O que fazemos

“Pesquisar na fonte e devolver ao povo em forma de arte.” Solano Trindade

Nossas ações são fundamentadas na ideia de que conhecimento cura

A libertação e a cura (física, mental, emocional e espiritual) das opressões seculares prescinde do conhecimento de nossa ancestralidade, de nossos antepassados, de nossos anciãos, de nossa própria experiência e da garantia de existência das futuras gerações.

Formações terapêuticas

As formações terapêuticas estão baseadas no princípio de prevenção primária em saúde, que é fundamentalmente alcançada por processos educativos que geram mudanças de comportamento. Oferecemos diferentes formações, como orientações individuais e coletivas, estudos sistemáticos individuais e coletivos, e cursos de curta, média e longa duração. Entre em contato conosco para saber mais.

Consultorias à projetos comunitários

As consultorias à projetos comunitários e culturalmente informados por tradições originárias estão fundamentadas em uma sólida formação acadêmica, e mais de uma década de experiências inovadoras bem sucedidas em diversos espaços sociais e públicos alvo. As experiências são construídas a partir da valorização da multiculturalidade e interculturalidade com perspectiva dialógica com vistas ao desenvolvimento do bem viver em comunidade.

Pesquisas Glocais

Estamos comprometidos com o desenvolvimento de pesquisas e promoção de processos educativos “glocais”, ou seja, que se valem do saber local para abordar problemas globais. As pesquisas desenvolvidas dão ênfase à articulação de um diálogo entre referências transnacionais do Sul Global, com ênfase em América e Àfrica. Sempre partimos de uma perspectiva crítica sobre os processos de ocidentalização de comunidades originárias com vistas a construir conhecimentos que possam potencializar suas sabedorias tradicionais como fonte para superação de problemas contemporâneos.


“A autora, mesmo não sendo negra, foi capaz de se sensibilizar e se colocar a disposição deste debate com a humildade de quem inicia a crítica à hegemonia branca da Psicologia, que desconsidera práticas sociais, cultura, sofrimento, superações, combatividade de um grupo social não dominante, sobretudo em nosso país

Dra. Raquel Sousa Lobo Guzzo, Professora da Pós-graduação em Psicologia da PUC-Campinas.


Que tal criarmos algo lindo juntos?

%d blogueiros gostam disto: